Assuntos Publicados


A beleza do por do sol em um dia de isolamento e fuga da Covid19
Cotidiano

O CANSAÇO DA REPETIÇÃO E A ESPERANÇA DA MUDANÇA

Um ano de pandemia e o que sinto é o cansaço da repetição, mas sem perder a esperança de mudanças. Tenho encarado os dias individualmente, passando por eles e olhando à frente para um momento em que a vida possa ganhar um novo e diferente ritmo e que nos retire o medo de uma infecção que pode nos matar. Totalmente isolado, de início, e parcialmente a partir do segundo semestre do ano passado, continuo – eu, minha esposa e meus familiares – tomando todos os cuidados para nos prevenir da Covid19. Isso significa, na maioria das vezes, ficar em casa

Leia Mais »
Antiga banca de jornal, ponto de encontro nas cidades
Histórias Reais

AS BANCAS DE JORNAIS E O HÁBITO DE LEITURA

Já nas bancas, para quem não viveu a época áurea das bancas de jornais, um local que estimulava o hábito de leitura e que oferecia diversidade de conteúdos e opiniões, fossem através dos diários locais e nacionais que vendiam ou das inúmeras outras publicações que expunham – livros, revistas, fascículos, etc. Um ótimo local para criar hábito de leitura. O documentário exibido pelo Discovery, na TV paga, me trouxe muitas recordações. Fui durante anos cliente da Banca do Natal, que ficava na Praça Costa Pereira, em Vitória. E fui um cliente assíduo e fiel. Passava nela quase todos os dias,

Leia Mais »
Café da tarde com bolo de banana, castanhas do Pará e cacau, caseiro e primeira experiência
Coletivas

CAFÉ, BOLO DE BANANA E CACAU E OS DIAS DE QUARENTENA

Os dias de quarentena estão provocando mudanças de hábito e, no meu caso, um deles é o café da tarde, um cafezinho rápido que faz um pequeno intervalo no dia. Ele tem se repetido e trouxe outras novidades: o pão caseiro de fermento natural e, nesta semana, o primeiro bolo, feito com banana, castanhas do Pará e cacau. Já disse aqui que me aventurei no pão caseiro, colocando de lado uma longa vida de não envolvimento com coisas da cozinha. Fiz meu primeiro fermento natural e o estou usando. O resultado, até agora, tem sido bom e estou muito satisfeito

Leia Mais »
O tamanho do nosso mundo ficou menor nos dias de quarentena
Cotidiano

O TAMANHO DO MUNDO E OS DIAS DE QUARENTENA

O tamanho do nosso mundo, nestes dias de quarentena, estreitou-se muito. Estamos dentro de casa – verdade para uma boa parcela da população mundial – e passamos a ver o mundo do lado de fora. Ele foi encolhido, restrito e nos deixou um espaço real bem menor do que tínhamos antes. Passamos a vê-lo através da tecnologia, virtualmente, e ficamos impedidos de experimentá-lo de modo real. Sou de um tempo em que o mundo era, no meu caso, a fazenda onde cresci. Aos poucos e ao longo dos anos fui vendo ele crescer: fui estudar na cidade mais próxima, mudei-me

Leia Mais »
Vida mais lenta e novos hábitos nos dias de quarentena
Cotidiano

A VIDA MAIS LENTA NOS DIAS DE QUARENTENA

A vida, não sei se todos percebem, está bem mais lenta, graças aos dias de quarentena. O tempo não mudou e não anda nem mais depressa, nem mais lentamente, mas a sensação que tenho – e vejo outros iguais – é que as coisas se desaceleraram, dando tempo às pessoas para práticas que, antes, não tinham “tempo” para fazer. Em casa – pelo menos para quem respeita o isolamento social – temos de arranjar novas tarefas e, seja com o teletrabalho ou não, é preciso mudar hábitos, adotar novas rotinas, substituir comportamentos antigos por novos. O coronavírus e a Covid19

Leia Mais »
Pequenas ações individuais podem ajudar a mudar o futuro. Comece agora
Geral

CONSTRUA O FUTURO. COMECE AGORA!

Comece agora e construa o futuro. A afirmação parece grandiosa, mas se olharmos bem de perto e com atenção vamos descobrir que toda construção é feita passo a passo. Neste aspecto, como já observaram líderes e pensadores, o passado pode nos servir de base – e exemplo – para o que queremos construir, dando a direção do que podemos mudar e o que queremos manter. Chegando ao final de um ano e próximo do início de outro, sempre refletimos sobre o que fizemos e alinhamos o que pretendemos fazer. A hora é, portanto, propícia para pensarmos no que queremos para

Leia Mais »
Copa do Mundo: Humilhação mostra que Brasil precisa mudar tudo no futebol
Geral

COPA DO MUNDO, ESPORTE E A SELEÇÃO BRASILEIRA

Agora que a cabeça está mais fria já podemos olhar a humilhante derrotada da Seleção Brasileira para a Seleção Alemã com algum distanciamento. A primeira pergunta que fiz, logo depois do jogo e continuo fazendo é: existe uma explicação para a derrota? Desde terça-feira ouvi muitos especialistas e li várias matérias sobre o assunto e ainda não tenho respostas firmes. As explicações são múltiplas, indo do excesso de carga emocional à má preparação, do futebol ultrapassado à má escalão, da falta de tática e estratégia à própria qualidade do futebol brasileiro. Quem está certo? Acho que, no final, todos eles,

Leia Mais »
Insatisfeita, população pode mudar política e políticos na eleição
Polí­tica

UM CLARO DESEJO DE MUDANÇA

Uma das constantes neste blog, desde o seu início, é a abordagem de assuntos políticos e a defesa da política, que considero essencial à democracia – e nisso não estou sozinho, pois teóricos e escolásticos também pensam desse jeito. A política está presente em todos os nossos atos, embora muitas vezes não o admitamos e nem pensemos que, com uma simples ação, estamos agindo politicamente. E isso não ocorre só em nível macro, mas também no micro, como bem observa Michel Focault ao falar em uma microfísica do poder, que se desenvolve até entre relações pessoais. Mas ao que vem

Leia Mais »
Os acentos, cedilhas, ãos e sinais gráficos complicam o português
Educação

ENTRE CEDILHAS, ACENTOS E SINAIS GRÁFICOS

No final do ano passado resolvi que era hora de mudar o visual do blog novamente. A ideia era adaptá-lo aos chamados dispositivos móveis e, ao mesmo tempo, dar uma renovada, inclusive com o acréscimo de conteúdo e a complementação de outros. A mudança veio em função de uma invasão que, para usar um termo que não prezo muito, “esculhambou” todos os textos, acrescentando a eles sinais muito estranhos, o que, em alguns casos, tornava quase impossível sua leitura. E esta não tinha sido a primeira invasão. O resultado é que tudo ficou confuso e se queria manter o espaço

Leia Mais »
Cestra de compras