ENEM, BOBAGENS E VERACIDADE

Todos os anos, passada a prova do Enem, a gente vê em vários lugares as “pérolas” cometidas pelos estudantes que a fazem. E listas e mais listas do que foi dito acabam circulando pela Internet. Eu já recebi algumas e é possível ou quase certo que você já tenha recebido pelo menos uma.

Agora mesmo, acabo de receber outra – só sobre a Amazônia – enviada por um amigo que adora este tipo de coisas e que me abastece com as “bobagens” que circula pela grande rede. Ela é interessante, mas me perguntei se terão, mesmo, sido “cometidas” pelos estudantes. Em alguns casos, elas parecem ter sido trabalhadas de forma a ficarem engraçadas ou mostrarem pensamentos contraditórios. Verdadeiras? Não sei, mas são engraçadas.

Veja algumas:

  • O problema da Amazônia tem uma percussão mundial. Várias ONGs já se estalaram na floresta
  • A Amazônia é explorada de forma piedosa
  • A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e creu
  • Tem que destruir os destruidores por que o destruimento salva a floresta
  • O grande excesso de desmatamento exagerado é a causa da devastação
  • A floresta está cheia de animais já extintos. Tem que parar de desmatar para que os animais que estão extintos possam se reproduzirem e aumentarem seu número respirando um ar mais limpo
  • A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta
  • Tem empresas que contribui para a realização de árvores renováveis
  • Animais ficam sem comida e sem dormida por causa das queimadas
  • Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna
  • A Amazônia tem valor ambiental ilastimável
  • Explorar sem atingir árvores sedentárias (peguem só as que estiverem fazendo caminhadas e flexões)
  • A floresta amazônica não pode ser destruída por pessoas não autorizadas
  • Retirada claudestina de árvores
  • A Amazônia está sendo devastada por pessoas que não tem senso de humor
  • A cada hora, muitas árvores são derrubadas por mãos poluídas, sem coração(…)
  • Vamos gritar não à devastação e sim à reflorestação
  • Uma vez que se paga uma punição xis, se ganha depois vários xises

Pois é, a questão fica: foram realmente os estudantes que as escreveram? Eu até acho que são capazes de cometer este tipo de coisa. Afinal, a qualidade do ensino brasileiro é bem ruim, com raras exceções. Posso falar isso com alguma experiência, pois durante um tempo fui professor, exatamente de português, e vi a dificuldade que os alunos tinham para articular uma frase.

Gostou? Então, veja também: O que eles querem (mesmo) dizer, Pensamentos (quase) profundos e “Problemas de muita gravidez”. São posts sobre o assunto Enem e que tem, também, mais “pérolas” supostamente cometidas pelos que o fizeram. Aproveitem!

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

Uma resposta

Entre na conversa