UMA PRAGA QUE SÓ AUMENTA

spam01.jpg

Quantos spams você recebeu hoje? Veja a questão, não se trata de saber se alguém recebeu spam, mas da quantidade recebida. E isso por uma razão muito simples: quem tem e-mail recebe spam, em maior ou menor quantidade, mas recebe.

A situação, que é ruim, tende a piorar, segundo os especialistas. Pesquisadores do IDC, uma empresa dos Estados Unidos especializadas em números sobre internet, preveem que, neste ano, o número de spams será maior do que o de e-mails válidos.

A previsão é que os spams cheguem a 10,8 trilheis, contra 10,5 trilheis de e-mails legítimos. De acordo com o instituto o número de spams continua crescendo e vai continuar sendo um problema. E pensar que em 2004 Bill Gates previu que, dentro de dois anos, não mais teríamos este problema. Temos. E ele só cresce.

De outro lado, se os spams não acabaram os filtros contra eles, melhoraram. Um dado da Symantec, produtora de programas de segurança, aponta em uma queda de 8% só para os spams baseados em imagens. E isso devido à melhor filtragem.

Otimista, Bill Gates afirma que 99% dos spams são filtrados. Só se é no computador dele. No meu, não chega nem perto disso. E olha que uso todos os filtros possíveis, além de programa específico contra spam. E assim mesmo passam vários deles.

No caso do blog, é pior. Computados os e-mails válidos e visto a quantidade de spam, esta é bem maior, com cerca de 13% a mais. E estes números se enquadram mais dentro da previsão de outro especialista, que acha o spam um problema de difícil solução.

Otimistas e pessimistas, todos nós convivemos com o problema. E a cada dia – falo por mim – o número de e-mails com spam é maior. E ele abrange quase tudo, indo da venda de medicamentos – que desconfio, são falsos – até as mais diferentes propostas, incluindo alongamento do pênis e que tais.

Graças ao e-mail marketing e a outros tipos de ofertas, que ninguém nunca pediu, um ótimo instrumento acabou virando, em muitos casos, um problema. Se individualmente recebemos um grande número de e-mails não solicitados, imagine em uma grande empresa? E controlar esta praga significa, no final, gastos. Sejam eles individuais ou corporativos.

O certo, pelas predições do IDC e de outras entidades especializadas é que, nos próximos anos, ainda veremos uma ampliação dessa praga. Será que ela vai ser controlada? Eu espero que sim. E você, o que acha? (Via RedWriteWeb, em inglês)

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

14 Respostas

Entre na conversa