UMA ÁRVORE PARA CHAMAR DE SUA

castan.jpgA onda ecológica, que nos leva a todos a preocupar com o meio ambiente e com a preservação das árvores, é mais recente, mas isso não impede que há muitos anos pessoas venham se preocupando com isso. Alguns chegaram, inclusive, a plantar árvores e não o fizeram só em suas propriedades, mas em locais públicos.

É este o caso de um senhor que, quase diariamente, está no calçadão da Praia da Costa – veja fotos – sempre próximo a uma bela castanheira, que oferece boa sombra aos que, durante o dia, correm do sol. A relação dele, de quem não sei o nome, com a árvore é interessante. Para começar, ele cuida dela.

E faz questão de dizer, para que todos ouçam, sobretudo as crianças que tentam nela subir, que a castanheira foi por ele plantada há muitos anos, emendando que é para ser apreciada, que não deve ser tocada, que não se pode tirar galhos ou folhas. Enfim, a árvore é dele e ele a chama de sua, tendo com ela uma relação possessiva, de ciúmes, que não permite ninguém se aproximar muito.

Sim, você pode usufruir da sombra. Mas não tente fazer mais nada, pois se o fizer, lá estar o “dono da árvore” para lhe lembrar que ela deve ser cuidada, preservada, e que isso deve ser feito por todos. Graças a esta postura, ficou conhecido e todos hoje o apontam. Alguns, é bem verdade, usam um tom jocoso, tratando-o no mínimo como um excêntrico, mas outros – e acho que é a maioria – o respeitam pelo seu devotamento à planta, que de pequena, quando ele a colocou na terra, transformou-se em uma exuberante castanheira.

Pense na cena. E imagine se todos nós tivéssemos, com as árvores e o meio ambiente o mesmo cuidado que ele, o “dono da castanheira” tem? Certamente não estaríamos vivendo essa reviravolta do tempo, não teríamos aquecimento global e, sobretudo, não teríamos o desmatamento irresponsável, como acontece não só no Brasil, mas também em várias outras partes do mundo.

Se somos capazes de gostar e defender uma árvore, também seremos capazes de fazer a defesa da natureza e do ser humano. A atitude do anônimo cidadão é um exemplo. Se todos a seguíssemos o mundo seria um lugar bem melhor.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

17 Respostas

Entre na conversa