UM NÚMERO PARA ASSUSTAR

malware.jpg

Quais os perigos que rondam a nossa navegação diária pela web? Além do vício, que afeta, pelo menos um pouco, a todos nós – principalmente blogueiros – o ambiente on line é cheio de armadilhas. E elas vão do phising, destinado a roubar senhas, dados e, como consequência deles, dinheiro, até os cavalos de tróia que se instalam no seu computador e mandam seus dados para um hacker de plantão.

Tudo isso, aliás como ocorre na vida real, está nos fazendo ficar a cada dia mais cuidadosos, como não abrir e-mails de quem não conhecemos ou que ofereçam algo que, sabemos, não custaria o que estão oferecendo. Além disso, cuidados de ter um bom antivírus e tomamos cuidado com os sítios que visitamos.

Cuidadosos que somos estamos, então, livres dos vírus, dos ataques dos hackers, da coleta ilegal de dados e do roubo de senhas, para listar, de novo, alguns problemas. Estamos? A se crer em um recente relatório liberado pelo Google – isso mesmo, por eles, que querem dominar o mundo – a resposta para a pergunta é um sonoro não.

Chamado de O fantasma no browse: Análise dos malware na web (no original, em inglês), o relatório mostra que, dos mais de 4 milhões de sítios usados pelo Google para basear sua pesquisa, 10% – isso mesmo, mais de 450 mil – tem algum tipo de malware – programa espião, que realiza uma determinada tarefa de forma escondida.

O Google acrescenta que, diariamente, nada menos do que oito mil novos sítios com objetivos maliciosos são aberto. E, por tudo isso, considera o uso deste tipo de dispositivo – os malwares – uma série ameaça para as empresas e para as pessoas. A conclusão é que, se antes éramos cuidadosos, agora temos de ser mais ainda. (Via CNet News)

QUAL É A SUA ESCOLHA?

Imagine se dos vários equipamentos e objetos que você usa, tivesse de escolher um único, dentre todos eles. Qual seria sua escolha? Que objetos escolher, veja na Pesquisa, na barra lateral.

Nela, estão listados computador, celular, televisão e alguns outros. Vá lá, escolha o seu e vote. E, depois, deixe um comentário explicando a escolha.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

22 Respostas

Entre na conversa