TV, O OXIGÊNIO DE NOSSAS IDEIAS

Já algumas vezes falamos, aqui, da articulação que os estudantes apresentam na hora de construir um pensamento, explicar uma ideia, principalmente se o têm de fazer por escrito. A dificuldade, neste caso, é imensa e talvez seja esta a justificativa para tanta gente temer o teste de Redação dos vestibulares aplicados pelas universidades públicas.

Se são motivo de temor, também o são de divertimento, pois tem sempre alguém capaz de coletar o que os estudantes dizem – ou tentam dizer. Agora, por exemplo, esta coletânea é atribuída ao professor José Roberto Mathias, da Universidade Federal de Minas Gerais. E toda ela se baseia no resultado da redação cujo tema era “A TV forma, informa ou deforma?”. Julgue por você mesmo:

  • A TV possui um grau elevadíssimo de informações que nos enriquece de uma maneira pobre, pois se tornamos uns viciados deste veículo de comunicação.
  • A TV no entanto é um consumo que devemos consumir para nossa formação, informação e deformação.
  • A TV se estiver ligada pode formar uma série de imagens, já desligada não…
  • A TV deforma não só os sofás por motivo da pessoa ficar bastante tempo intertida como também as vista
  • A televisão passa para as pessoas que a vida é um conto de fábulas e com isso fabrica muitas cabeças
  • Sempre ou quase sempre a TV está mais perto denosco (?), fazendo com que o telespectador solte o seu lado obscuro
  • A TV deforma a coluna, os músculos e o organismo em geral
  • A televisão é um meio de comunicação, audição e porque não dizer de locomoção
  • A TV é o oxigênio que forma nossas ideias
  • …por isso é que podemos dizer que esse meio de transporte é capaz de informar e deformar os homens
  • A TV ezerce poder, levando informações diárias e porque não dizer horárias
  • E nós estamos nos diluindo a cada dia e não se pode dizer que a TV não tem nada a ver com isso
  • A televisão leva fatos a trilhares de pessoas
  • A TV acomoda aos tele inspectadores
  • A informação fornecida pela TV é pacífica de falhas
  • A televisão pode ser definida como uma faca de trezgumes. Ela tanto pode formar, como informar, como deformar

E então, o que você acha? A TV forma, informa ou deforma? Para mim, a resposta é evidente e sua constatação são as frases coletadas. Aliás, gostei muito da que afirma que ela é o oxigênio de nossas ideias, que pode ser interpretada exatamente no seu sentido contrário.

Talvez seja mesmo como uma das primeiras músicas de sucesso dos Titãs que afirmava ter a televisão deixado o personagem burro demais. O termo é forte, eu sei. E se o aluno tem parte da culpa, a maior parte dela, no meu entendimento, vai para o sistema de ensino que permite alguém chegar ao vestibular e não conseguir sequer articular uma frase, concatenando ideais.

11 Respostas

Entre na conversa