QUAL É A PALAVRA DO ANO?

escreve.jpg

Todos os anos e ao longo do ano a média, sobretudo, cunha algumas expressões ou usam palavras que se tornam chavões para designar um comportamento, uma ação ou relembrar o ato de alguém.

Este ano foi pródigo nisso, começando com o mensalão, cunhado a partir da denúncia de Roberto Jeferson, passando pelos sanguessugas e desembocando no espetáculo de crescimento e em nunca, como neste país, que o presidente Lula parece amar.

Inspirado – ou copiado, como queiram – do Noblat, este blog quer que você, leitor, defina qual é a palavra do ano. Veja na barra lateral e escolha aquela que, no seu entender, resume o que foi o ano em apenas um palavra.

Ah, a sua escolha não está na lista? Então, deixe um comentário, dizendo qual é ela e o porque dela resumir o ano inteiro. Como fui eu que montei a lista – inspirada no Noblat, repito – vou dar logo o primeiro voto: Nunca, neste país.

Explico: O Brasil parece, mesmo, o país do nunca. Nunca houve tanta corrupção, nunca houve tanto roubo, nunca houve tanta enrolação e nunca imaginaríamos que iriamos presenciar tudo isso.

ENGRAÇADOS E ESQUENTADOS

 

Com uma nova pesquisa no ar, encerra-se a anterior. E qual foi o seu resultado? Deu empate. Os leitores e leitoras deste blog se classificam, em igual percentagem, de esquentados e engraçados. Cada item obteve 29% dos votos.

Em segundo lugar vem os certinhos (as), os que, seguindo-se os comentários, são organizados e gostam de tudo no lugar. Eles são 14% do total. Em quarto lugar, empatados com 11%, estão os largados e os bonzinhos. O total se fecha com quem se acha problemático.

O que achei engraçado é o fato de ninguém – mas ninguém, mesmo – ter se classificado como mauricinho ou patricinha. Não é interessante?

BRASILEIRO NA DISPUTA

fato.jpg

Um dos blogs mais legais que conheço é o da Luma, o Luz deLuma. Já o indiquei aqui em uma das secções do Surfando.

Uma prova da excelência do blog é que, agora, é um dos finalistas do The Webblog Awards. E, mais ainda: é o único brasileiro no meio de um monte de blogues escritos em outra língua que não a nossa.

Por que tudo isso? É simples: quem decide os ganhadores do prêmio são os internautas que votam. Então, gente, vamos lá votar na Luma.

A votação vai até o dia 17 de dezembro e você pode votar várias vezes, desde que use um IP diferente ou, então, que dá um voto a cada dia.

Então, o que está esperando? Vá lá e vote. A Luma merece.

EDIÇÃO EXTRAORDINÁRIA

Como os leitores e leitoras sabem, no domingo não costumo postar. Neste, no entanto, estou abrindo uma exceção e fazendo ao estilo jornalístico, uma edição extraordinária do blog.

Tudo isso para homenagear Clarice Lispector, uma das maiores escritoras brasileiras. Na verdade, esta é uma blogagem coletiva, com muitos blogueiros participando.

Se você quiser participar, ainda dá tempo. Faça um post e me mande o link que coloco na relação dos blogadores sobre Clarice.

Tag: sem tag

23 Respostas