PAZ SEM VOZ, É MEDO

paznomundo1

“Paz sem voz, não é paz, é medo”.

O verso, de Minha Alma, música gravada originalmente pelo O Rappa e, depois, regravada por Maria Rita, serve muito bem para ilustrar esta blogagem coletiva. O que todos queremos, antes de tudo, é ter voz, poder falar e ser ouvido. E isso tanto em nível local, quando se trata de conseguir a paz mediante a redução da violência, quanto em nível mundial, com o fim das guerras e o aproveitamento dos recursos nelas dispendidos em ações que levem ao fim da fome, por exemplo.

O que vemos hoje, uma extrema sensação de violência e insegurança, é muito fruto da mídia, que destaca sempre o lado ruim das coisas. Não que a violência – e a guerra é apenas uma manifestação dela – não exista. Existe, sim. Mas é maximizada, como mostra relatório recentemente divulgado, que aponta um aumento da paz a partir do final da guerra fria.

Se os números são animadores, ainda vemos muita violência, guerras, matanças, disputas e nelas estão envolvidas milhões de pessoas. À guerra, por exemplo, são destinados bilhões de dólares que se aplicados no combate à fome, faria ela desaparecer de todo o mundo em muito pouco tempo. Se estamos pagando para matar milhões, poderíamos estar pagando para salvar milhões.

Lembremo-nos que, aqui no Brasil e fora do país, os recursos destinados ao combate à violência ou às guerras saem dos impostos pagos pelos contribuintes. Se tivéssemos menos violência poderíamos, pelo menos em tese, pagar menos impostos, o que mostra que até do ponto de vista financeiro a paz é uma boa coisa.

O que podemos fazer para mudar a situação atual? Como pessoas, atuar no sentido de ter relações de paz com quem está ao nosso lado, trabalha conosco, convive no nosso dia a dia. Como blogueiros, nos unir e afirmar, para que todos saibam, que a paz é o que queremos, o que buscamos e que estamos deixando o medo de lado e levantando nossa voz em favor dela.

Assim, juntos, sem medo, vamos fazer com que nossa voz seja ouvida. Juntos, blogueiros e seus leitores, podemos dizer: Nós queremos paz. E que ela comece agora.

Vamos sonhar um sonho coletivo. Vamos consagrar a diversidade. Vamos estimular a tolerância. Vamos adotar uma postura de não violência. E vamos construir nossos sonhos focados na paz, começando nos pequenos gestos e ampliando nossa voz para que sejamos ouvidos. Vamos, com nossos gestos e nossa ação, contribuir para que tenhamos, amanhã, um mundo melhor.

Eu ouso sonhar. E ouso mais, pedir a todos que sonhemos juntos.

QUEM ESTÁ PARTICIPANDO

Veja, abaixo, os blogs que estão participando deste apelo à paz:

Apoio Fraterno, Fábio Mayer, Nádia, Jeane, Vitória, Lulu, Jens, Leticia, Paulo, Acrosticomania, Simone, Grace Olson, Patrícia, Denise, Lila, Enoísa, Regina, Adão, Meg, Yvonne, Pianomanga, Sam, Denise, Alcinéia, Flávia, Luci, Raelma, Rivaldo, Livros e Literatura, Marta, Ernani, Meire, Guga Alayon, Eliana, Karina, Saramar, Van, Dona Minhoca, Tati Sabino, Bárbara, Bruna, João Bosco, Luma, Cejunior, Fernanda, Cris, Ricardo, Heitor, Sérgio, Verinha, Cláudia, Ingrid, Marcelo, Kátia, Entre Amigos, Oscar, Flainando, Cacá, Ru Correa, Renata, Soninha, Kall, Chawca, Isabel, Bett, Edson, Célia, Carlos, Rosa, Carla, Ana Libório, Juliana, Guto, Du, Marlene, Cris Penaforte, Lili, Patty, Cláudio, Marilia, Cirilo, Márcia, Chuvinha, Aninha, Hemisfério Norte, Jandira, Silvano, Dita, Cilene, Laura, Stella, Elizabete, Janaina, =”André”>André, Tina, Monalisa, Maíra, Aline, Do, Maristela, Francy e Carlos, Adriana, Mensagens, Ronald, Mirella, Betty, Euza, Samantha, Mércia, Ceci, Mirza, Morgana, Guilherme, Veridiana, AleB, Diário, Mani Adaia, Fernanda Ruiz, O Diário, Simone Zeller, Marco, Cristina, Sérgio, Evellyn, Crys, Ery, Caulus, Eduardo, Gustavo, Marcos, Aparecido, Tertu, Sartief, SNascimento, Rosana, José Louro, Manoel, Sandra, Guga Flaquer, Isli, Geórgia, Jéssica, Andréa, Vanessa, Sylvie, Leo Felix, Lucy Leal,

Se você está participando e o seu blog ou nome não está aqui, desculpe-me pela falha. Me ajude a corrigi-la deixando um comentário, avisando de sua participação que o seu nome também será listado.

E desde já quero agradecer a participação de todos. Muito obrigado, em meu nome e no da paz.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

82 Respostas

Entre na conversa