OS CONSELHOS DE EINSTEIN

genio

Albert Einstein, todos sabemos, foi um gênio. E não é só por ter descoberto – ou descrito? – a Teoria da Relatividade, que ajudou a explicar um pouco do que sabemos do mundo. Ele deu, ainda, várias contribuições para a ciência, sobretudo na área da Física, que era o seu campo.

Mas, em se tratando da vida, do dia a dia, o que Einstein diria? Será que teria algum conselho a dar? O que se pode aproveitar da sua experiência de vida, da sua genialidade? Não me perguntei isso até, por acaso, chegar a uma série de frases do cientista no Alt1040, um blog escrito em espanhol.

Veja, e depois me diga, se não são ótimas e se não nos servem como inspiração para o que fazemos e queremos. Na verdade, o que temos é um decálogo para a vida. Confira:

  • “Alguém que nunca cometeu erros nunca procurou fazer nada novo”
  • “A educação é o que sobra depois de alguém se esquece do que aprendeu na escola”
  • “Sou suficiente artista para desenhar na minha a minha imaginação. Ela é mais importante do que o conhecimento, pois este é limitado. E a imaginação envolve o mundo”
  • “O segredo da criatividade é saber esconder suas fontes”
  • “O valor de um homem é medido pelo que dá, não pelo que recebe. Não converta um homem de êxito em um de valores”.
  • “Existem duas maneiras de viver: Pode viver como se nada é um milagre ou como se tudo é um milagre”
  • “Quando me examino e aos meus métodos de pensar, chegou a conclusão que o dom da fantasia significou para mim mais do que qualquer outro talento para pensar positivo e abstratamente”
  • “Para ser um membro imaculado de um rebanho de ovelhas, alguém deve, antes de todas as coisas, primeiro ser uma ovelha”.
  • “Primeiro, aprenda as regras do jogo. Depois, jogue melhor que todo mundo”
  • “O mais importante é nunca deixar de fazer perguntas. A curiosidade tem sua própria razão de existir

Inspirador, não acha? (Via Alt1040)

MUNDO DIPLOMÁTICO

Não, não é para falar de diplomacia, mas de um jornal, o Le Monde Diplomatique ou, simplesmente, Diplo. Ah!, e se você não sabe francês, não tem importância, pois este sítio é no bom e velho português.

Então, se gosta de política internacional e de atualidades, em uma visão, digamos assim, de esquerda, dê uma visitada no Diplo. Garanto que irá gostar.

Tag: sem tag

16 Respostas

Entre na conversa