O ÚNICO FRENTE À MULTIPLICAÇÃO