O QUE VOCÊ MAIS TEME?

medo11.jpgOs medos são irracionais e não temos explicações para eles. E dizer que não temos medo, é enganar a nós mesmos. Todos os temos, embora muitas vezes não o admitamos. Queremos ser fortes e acabamos, com isso, escondendo nossas fraquezas e evitando falar do que tememos.

Eu, por exemplo, tenho mede de doenças graves, daquelas que nos deixam paralisados, à mercê dos outros, que têm de cuidar de nós. E você, o que teme? Antes de responder dê uma olhada na barra lateral, pois este é o tema da nova pesquisa do blog. Para ela, escolhi algumas situações.

Nelas, está, por exemplo, a morte em família, que apavora muita gente. Também tem ficar sozinho, já que solidão é um mal moderno. Ou, então, perda da liberdade, aqui significando movimento, não a prisão. Ou ser infeliz, seja lá o que for isso. Ou, ainda, uma doença grave, como é o meu caso.

No que se refere às mulheres, um dos medos, sem dúvida, é o de ficar gorda. O sobrepeso apavora a maioria, que também, e comumente, temem baratas e outros tipos de insetos. Sim, aqui se confirma o estereótipo, mas fazer o que? Enfim, as opções estão dadas. Cabe agora a cada um escolher a sua, votar e, depois, deixar um comentário explicando seu voto.

QUAL É O SEU RÓTULO?

rotulo1.jpgNão é muito fácil a gente se colocar um rótulo. Mas a pedido do blog, muitos leitores participaram da pesquisa que se encerrou hoje e escolheram um rótulo para eles. Quem ganhou? A maioria acha que é criativa. Mas os perfeccionistas – pelo menos pensam que são – vêm logo a seguir, muito próximo.

Além deles, há uma boa quantidade de perfeccionistas e também uma parcela daqueles que são opinatudo, ou seja, gostam de dar pitaco em tudo. E para completar, existem os que se dizem tímido e em um número bem menor, os que admitem ser arrogantes ou egoístas.

Muito obrigado a todos. E um ótimo final de semana.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

20 Respostas

Entre na conversa