O QUE ELAS QUEREM DIZER?

obama

Se eu disser que política é importante, o que você dirá?

Não, não precisa responder. Políticos e política, no Brasil, não têm um grande conceito. Aliás, nem conceito têm. Mas a política – não os políticos – é mesmo importante. Afinal, sem ela não existe democracia, não existe participação, não há meio de a sociedade influir e não há, sobretudo, como mudar dirigentes, impulsioná-los e fazer com que atendam ao que a maioria quer.

Se a política é importante – e, reafirmo, é – os partidos deveriam ser o meio de exercitá-la. Veja o caso dos Estados Unidos. Lá, as coisas ficam claras e sabemos que Barack Obama é candidato pelo Partido Democrata. E seu adversário, o John McCain, dos Republicanos. Os partidos, neste caso, têm a sua marca, são respeitados, seguidos e são eles que dão suporte aos candidatos, não o contrário.

Observe que são dois partidos dominantes nos Estados Unidos. Na Inglaterra são três. Na França, quatro. Na Alemanha, três. E no Brasil, quantos são? Duvido que alguém saiba o número, a não ser consultando os registros do Tribunal Superior Eleitoral. Ah, e antes que me contestem: em todos os países citados existem outros partidos, mas eles têm um número muito pequeno de votos.

Voltando à questão brasileira, vou dar a sigla de alguns partidos para que você diga o que querem dizer. Pronto? Então, lá vão: PSTU, PSOL, PR, PP, PRTB, PAN, PHS, PPS, PRP, PMN, PTB, PMDB, D25, PT, PSDB, PCdoB, PCB e PDT. Não, estes não são todos os partidos. Existem outros, vários outros, com o PCO, que podem ser considerados legendas sem expressão eleitoral.

E então, quer se arriscar? Faça um comentário e identifique os partidos. Se você os conhecer todos e souber seus nomes, considere-se uma das pessoas mais bem informadas do país. Se não os conhecer, não se preocupe. A maioria não é mesmo importante e, no Brasil, a política é centrada nas pessoas, nas lideranças, não nos partidos. E é essa característica, dizem os especialistas, que impedem que tenhamos um sistema partidário forte.

E para ver se você está ou não antenado com a política, proponho um outro desafio que é descobrir, apenas tentando lembrar-se, de alguns líderes políticos que estejam ligados a um ou mais partidos listados. Se fizer este exercício vai descobrir que sabe o nome de alguns, os mais conhecidos. E os outros, que forma a maioria?

Por fim, uma última consideração: Lembre-se que fomos nós, os eleitores, que colocamos todos eles lá, na Câmara, no Senado, nas Assembleias, Câmaras de Vereadores e Governos. E só com a política é com o seu bom exercício é que podemos tirá-los de lá.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

12 Respostas

Entre na conversa