O ESPELHO IRRESISTÍVEL

elevad.jpg

Os elevadores modernos, seguindo técnicas psicológicas, são construídos para dar a quem o usa a sensação de mais espaço e um dos seus componentes é o espelho, que lhe dá impressão de mais profundidade. Os espelhos estão presentes nos elevadores dos prédios residenciais e, também, nos comerciais. E nestes é que acabam, pelo menos aparentemente, se tornando irresistíveis.

Ah! Não sabe do que estou falando? Explico: Em um elevador lotado, vários homes e mulheres, de todos os tipos e idades, ficam muitas vezes silentes, talvez por não se conhecerem e, por respeito, evitarem o início de uma conversação. O silêncio pode existir, mas se o elevador tiver espelho, o impulso de se ver nele parece irresistível.

Já falei, aqui, das conversas no elevador e até fui criticado por contar uma história que não tinha fim. Pois bem, com espelho as coisas ficam muito interessantes. Sejam homens ou mulheres, a atração é fatal. De um lado, a mulher confere se está tudo bem, ajeita o cabelo, olha a roupa e, discretamente, dá uma olhada na silhueta, conferindo a indumentária. Algumas dão até uma conferida no bumbum, vendo se está no lugar, chamando ou não a atenção.

Nestas horas, as caras e bocas ficam engraçadas. E quem as faz parece estar sozinho no mundo, diante de um espelho que é todo seu. Então, é hora de retocar o batom, acertar o cabelo, e reparar nos outros, com olhadas rápidas. No caso dos homens, não é muito diferente. Se não retocam o batom, ajeitam o cabelo, acertam o nó da gravata, conferem o paletó ou, simplesmente, aproveitam os espelho para dar uma olhada disfarçada nas mulheres que estão no elevador.

O curioso é que neste espaço comprimido não se vê olhares de reprovação, sejam eles femininos ou masculinos. Aparentemente, todos acham que é normal aproveitar o espelho do elevador e se conferirem. Por morar e trabalhar em prédios, vejo isso todos os dias e fico me lembrando de quando os elevadores não tinham espelhos. Neles, o comportamento era bem diferente e quase sempre eram marcados pelo silêncio.

Hoje, os elevadores viraram vitrines e, parece, todos aproveitam para se mostrar um pouco. Quem não o faz – como eu? – aproveitam para observar o comportamento dos outros. E acabar se divertindo vendo as reações das pessoas que, esquecidas do mundo, se rendem ao charme irresistível do espelho.

Tag: sem tag

9 Respostas

Entre na conversa