O ANIMAL MAIS ESTRANHO DA TERRA

gente1Você já parou para pensar qual é o animal mais estranho da Terra? Pare! Agora, imagine! De todos os seres existentes sobre o nosso planeta, qual é o mais esquisito, diferente, estranho, imprevisível e que aparece em formas, tamanhos, jeitos e cores diferentes?

Imaginou? Provavelmente, ao deixar sua imaginação solta, não pensou em um ser humano, homem ou mulher. Não é verdade? Mas pense bem. Existe alguém mais diferente do que um humano. Primeiro, que podem ser brancos, mulatos, pretos ou amarelos. E isso com variações para mais ou menos das cores.

Depois, podem ser altos ou baixos, gordos ou magros, com cabelos escuros ou claros, olhos diferentes, barbas de todos os jeitos, vestidos das mais estranhas formas, sejam homens ou mulheres. Quem pode concorrer com eles? Alguém na natureza? Duvido. Os humanos são, mesmo, diferentes, muito diferentes, e sem dúvida, também muito estranhos.

Que outro animal ou criatura é capaz de mentir? De trair? De amar e depois odiar? De beijar, de fazer amor? E de todas as coisas estranhas que faz para conseguir uma delas? Olhe para um humano. Existe algo mais estranho dos que as unhas, sejam elas tratadas ou não?

A estranheza não para por ai. Nós humanos temos alguns péssimos hábitos: arrotamos, soltamos gases, nos coçamos – em lugares, locais e horários impróprios – suamos e cheiramos mal, lutamos para conseguir um par, dizendo que vai durar para toda vida e não dura nada.

Não. Não é só isso, não. Olhe os rostos. Alguns tem sardas. Homens e mulheres podem ter marcas de nascença. Alguns, usam brincos. Ou outros artefatos, indo dos índios aos que amam os piercings. E isso sem falar nas tatuagens, que são as mais estranhas possíveis.

Está convencido? Seja sim ou não a resposta, ainda existe mais: nós, humanos, bocejamos, dormimos, sonhamos, roncamos, rimos, procrastinamos, fumamos, jogamos, ficamos velhos, carecas, gordos, sentimos dor por nós e pelos outros. Amamos. Odiamos.

Agora, confesse, que outro ser – animal, vegetal ou de que categoria for – é tão estranho? Na certa e como já disse alguém, de perto ninguém é normal. Mas em se tratando de nós, humanos, poderíamos dizer que somos uma estranheza ambulante.

Alguma dúvida? Pense de novo. E você pode alinhar, às muitas razões que dei, outra centenas delas. E todas irão confirmar que somos, sem sombra de nenhuma dúvida, muito estranhos. Mas somos, também, adoráveis, não?

AJUDA A QUEM PRECISA

Ajudar os outros sempre é bom. E é nesta linha que o DO iniciou uma campanha cujo objetivo é obter a doação de medula óssea para um outro blogueiro, o Felipe.

Se você puder ajudar, não deixe de fazê-lo. Veja como no próprio blog do Felipe.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

10 Respostas

Entre na conversa