LIÇÕES PARA A COPA DO MUNDO

Há, entre os que dominam outra língua, falando-a ou escrevendo-a, uma expressão que serve para mostrar o lado engraçado das traduções feitas por quem não tem este domínio. Trata-se de “ao pé da letra“ ou, em inglês, “on the foot of the letter”. Poderíamos chamar também de “inglês macarrônico”, aliás, no estilo de tanto sucesso feito pelo técnico brasileiro Joel Santana, cujo vídeo está no You Tube.

O assunto é oportuno em função de, dentro de mais alguns anos, termos no Brasil a Copa do Mundo. Como os brasileiros irão se comunicar? Teremos todos de falar inglês? Ou vamos aprender um mínimo, que nos permita ser gentis, mostrar interesse, mas sem nos alongar mais nos diálogos? Talvez pensando nisso é que um amigo coletou uma série de expresseis bem brasileiras que podem fazer quem vem de fora nos entender melhor, ajudando na comunicação.

Nelas, primeiro, vem o “inglês” e, logo em seguida, a sua tradução para o “brasileiro popular”. Confiram:

  • Is we in the tape! = É nóis na fita.
  • Tea with me that I book your face = Chá comigo que eu livro sua cara.
  • I am more I = Eu sou mais eu.
  • Do you want a good-good? = Você quer um bom-bom?
  • Not even come that it doesn’t have! = Nem vem que não tem!
  • She is full of nine o’clock = Ela é cheia de nove horas.
  • I am completely bald of knowing it. = Tô careca de saber.
  • Ooh! I burned my movie! = Oh! Queimei meu filme!
  • I will wash the mare. = Vou lavar a égua.
  • Go catch little coconuts! = Vai catar coquinho!
  • If you run, the beast catches, if you stay the beast eats! = Se correr, o bicho pega, se ficar o bicho come!
  • Before afternoon than never. = Antes tarde do que nunca.
  • Take out the little horse from the rain = Tire o cavalinho da chuva.
  • The cow went to the swamp. = A vaca foi pro brejo!
  • To give one of John the armless = Dar uma de João-sem-Braço.

Bom, agora que você já conhece as expressões é começar a praticá-las. Como há muito tempo ainda para a Copa, pode fazer isso bem devagar, internalizando-as e tendo-as na ponta da língua quando o tempo chegar. Mas como a Copa é um evento internacional, talvez seja conveniente saber, também, expressões em outros idiomas. Aqui vão mais algumas dicas:

Chinês

  • Cabelo sujo: chin-champu
  • Descalço: chin chinela
  • Top less: chin-chu-tian
  • Náufrago: chin-chu-lancha
  • Pobre: chen luz, chen água e chen gaz

Japonês

  • Adivinhador: komosabe
  • Bicicleta: kasimoto
  • Fim: saka-bo
  • Fraco: yono komo
  • Me roubaram a moto: yonovejo m’yamaha
  • Meia volta: kasigiro
  • Se foi: non-ta
  • Ainda tenho sede: kiro maisagwa

Russo

  • Conjunto de árvores: boshke
  • Inseto: moshka
  • Cão comendo donut’s: Troski maska roska
  • Piloto: simecaio patatof
  • Prostituta: Lewinsky
  • Sogra: storvo

Alemão

  • Abrir a porta: destranken
  • Bombardeio: bombascaen
  • Chuva: gotascaen
  • Vaso: frask

Como todos já sabem, blog também é “cultura”. E aqui fica esta modesta contribuição ao bom entendimento entre brasileiros, que falam o genuíno português, e quem virá de fora. Talvez assim nos entendamos melhor. Ou não?

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

10 Respostas

Entre na conversa