IMITANDO A VIDA ANIMAL

verme.jpg

Você tem medo de vermes? Ou de cobras? Ou de uma larva de borboleta? Bem, na verdade isso não importa, mas é muito possível que dentro de mais algum tempo, algo parecido com um desses bichos lhe seja apresentado, mas não o real, e sim robôs.

O movimento dos vermes, das cobras e de uma larva de borboleta, dentre outros animais, está servindo de modelo para o desenvolvimento de robôs. E estes robôs imitam o comportamento das criaturas em que foi inspirado. Por exemplo: a larva da borboleta pode mover-se em todos os sentidos e fazer escaladas quase impossíveis.

Quem está trabalhando neste projeto é um grupo de cientistas da Universidade Tufs, dos Estados Unidos. E eles já desenvolveram uma “pele” para os robôs que reagem como se fossem uma criatura verdadeira. Basta, para isso, ligá-los e colocá-los em funcionamento.

Parece coisa de louco. E pode ser. Só que os pesquisadores anteveem o uso destes pequenos animais cibernéticos em tarefas perigosas como encontrar bombas, desarmar minas terrestres ou mesmo consertar máquinas em locais e de forma que o homem não possa fazer. Quando isso ocorrerá, eles ainda não sabem. Mas acreditam que no futuro os robôs que mimetizam estas pequenas criaturas terão muito sentido, e trabalho.

E um dos trabalhos que consideram é o uso na saúde. Com um robô os médicos poderiam, por exemplo, fazer o diangóstico de uma parte do corpo humano a que não têm acesso. Ou mesmo providenciar a aplicação de um medicamento, através da introdução do micro-robô em uma veia. Ressalte-se: isso ainda é pura especulação. Mas pode acontecer.

Assustador? Até pode ser. Mas é neste sentido que a pesquisa caminha. Se vai ter sucesso só tempo dirá. Mas os cientistas nela envolvidos estão otimistas. (Via New York Times, em inglês)

EU NÃO VIVO SEM…

Pois é, de todos os aparelhos que usamos no dia a dia de qual você depende mais? Ou melhor, sem qual você não viveria? Ah! Espere um pouco, vá à barra lateral, escolha um da lista, vote e, se for o caso, faça um comentário.

A nossa dependência da tecnologia e seus gadgets é o tema da pesquisa desta semana. No final, vamos apurar o que é essencial para os leitores deste blog. Então, participe! Sua opinião é importante.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

25 Respostas

Entre na conversa