FAZENDO GRAÇA COM O SÉRIO

pesquisa1.jpg

No meio cientifico, uma das coisas mais comuns são os prêmios. E eles são dados aos mais diferentes autores dos mais diferentes segmentos do conhecimento. Veja-se o caso do Prêmio Nobel, criado por Alfred Nobel, arrependido de ter inventado a dinamite e oferecido um excelente meio para se detonar os adversários.

Pois o Nobel, anualmente, oferece uma série de prêmios, indo da Paz à mais esotérica pesquisa sobre partículas e outros assuntos que, garantem os que fazem as escolhas, são fundamentais para as nossas vidas. Mas será que a ciência só tem este lado sério, sisudo? Será que não podemos brincar um pouco com ela?

Mesmo a pesquisa mais séria pode ter sempre um lado engraçado. Talvez por isso tenha nascido o Ig Nobel, um prêmio que, anualmente, escolhe as mais estranhas pesquisas feitas em instituições sérias e por pesquisadores sérios. O nome reporta-se à inutilidade das pesquisas, que não seriam, assim, nada nobres.

Veja alguns exemplos. No ano passado, o prêmio de Ornitologia foi dado a um pesquisador que explicou a razão de o pica pau não ter dor de cabeça, mesmo batendo o fico milhares de vezes na madeira. Será que isso pode ajudar alguém?

O prêmio da paz, por sua vez, foi dada aos pesquisadores que descobriram haver um tipo de som que somente os adolescentes houvem. Quando produzido, ele não consegue ser captado pelos adultos. Bom, este pelo menos teve alguma utilidade: campainha de celulares.

O Ig Nobel tem uma publicação eletrônica The Impossible, que mantém todo mundo atualizado sobre as bobagens que os cientistas estão fazendo – pelo menos a que eles tomam conhecimento. O único inconveniente é que é em inglês. Você pode recorrer ao Google e fazer uma procura por “pesquisas inúteis”, deliciando-se com o que aparecer.

Eu fiz a pesquisa e o Google apontou mais de 290 páginas que contém esta expressão. Nelas, certamente, a gente pode se divertir vendo como se pesquisam coisas sem nenhum sentido. Uma terceira pesquisa premiada foi na área de matemática. Neste caso o Ig Nobel foi para os pesquisadores que calcularam quantas fotos você tem de tirar de um grupo para que ninguém saia com os olhos fechados. Quantas? Não tenho a mínima ideia.
QUEM É O SEU HERÓI?

 

Ah! Vamos esclarecer: São os heróis dos quadrinhos. Veja na Pesquisa desta semana, na barra lateral, as opções oferecidas e, delas, escolha uma e vote.

E não deixe de dizer o motivo de sua escolha. Participe!

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

25 Respostas

Entre na conversa