FALANDO COM O PENSAMENTO

fala.jpgNa ficção científica a telepatia é muito comum. Pessoas, através dela, se comunicam sem palavras, emitindo um pensamento que outros podem “ouvir”. Veja o caso do Parkman, de Heroes, que “ouve” o que os outros personagens pensam e pode, somente com o poder de seu pensamento, mudar a opinião dos outros. Na ficção, tudo é fácil. Mas e na realidade?

Pois não é, segundo a NewCientist, que uma empresa dos Estados Unidos apresentou, há pouco, um novo dispositivo que permite você se comunicar sem usar a voz, mas apenas o pensamento. O dispositivo chama-se Audeo e foi desenvolvido pela Ambient Corporation.

Para que funcione, quem está falando – ou pensando – tem de usar uma espécie de colar no pescoço. É ele que interpreta os impulsos elétricos do cérebro para as cordas vocais, lendo as palavras que não serão emitidas e as enviando, via rede sem fio, para um computador que decodifica os sinais e os transforma em palavras. Quem ouve, ainda o faz pelo processo convencional, não diretamente no cérebro, como seria a telepatia.

Segundo um dos inventores do dispositivo, Michael Callahan, não existe risco de quem o estiver usando relevar seus pensamentos. O aparelho trabalha, segundo afirma, em um nível acima do pensamento. É preciso formular palavras específicas, que iriam ser faladas, para que ele as interprete. Pensar somente não o ativa, daí a necessidade de um treinamento especial para fazê-lo funcionar.

No atual estágio, o aparelho reconhece 150 palavras e frases. Seus inventores, no entanto, estão otimistas quanto ao seu melhor desenvolvimento e, consequentemente, do seu futuro uso. Imagine-se, então, no meio de uma multidão e conversando com alguém ao telefone, por exemplo. Você pode falar sem falar.

O problema é que a comunicação não é direta, mas mediada por um computador. Então, pelo menos no atual estágio, fica difícil falar sem que haja um deles por perto. O outro problema é que ele não “ouve” a resposta, que tem de ser escutada e interpretada do velho modo. Afinal e no final, se o aparelho “fala” ou transforma pensamento em “falas”, ele ainda é surdo. (Via NewScientistTech, em inglês)

duasf.jpg

O blog inaugura hoje uma nova secção, que virá todas as sextas-feiras e ficará pelo final de semana. Como o nome indica, trata-se da publicação, a cada edição, de duas frases de personalidades conhecidas e que chamem a atenção para alguns aspectos da atividade humana.

Veja abaixo – e opine – as duas primeiras:

  • Ninguém cometeu maior erro do que aquele que não fez nada só porque podia fazer muito pouco – Edmund Burke, Escritor
  • Não basta que todos sejam iguais perante a lei. É preciso que a lei seja igual perante todos – Salvador Allende, ex-presidente do Chile.

Um ótimo final de semana para todos nós.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

16 Respostas

Entre na conversa