EM OUTRO LUGAR, DE FORMA RÁPIDA

Desde que -segundo alguns – descemos das árvores criamos o hábito de viajar. Inicialmente, para muito perto, já que andávamos a pé. E ir a distâncias longas, além do perigo que corríamos, demorava muito. Depois, domamos os animais e passamos a usá-los como meio de transporte.

Graças à engenhosidade humana, progredimos. Vieram os barcos a vela, depois, a vapor. Os carros foram criados e desenvolvidos. Os trens surgiram e junto com eles os grandes navios. Santos Dumont colocou o seu primeiro avião no ar e hoje eles são gigantescos, levam centenas de pessoas. Tudo isso tornou o transporte mais fácil e mais rápido.

Mesmo assim ainda temos de enfrentar longas esperas para ir de um a outro lugar. Do Brasil para a Europa, por exemplo. Mas se isso pudesse ser feito no mesmo instante, como a ficção de Jornada nas Estrelas? Você se desmaterializaria em um lugar e se materializaria em outro. Estava em São Paulo e, no momento seguinte, em Paris. E tudo isso sem filas, sem espera e provavelmente a um custo muito pequeno.

Ah, a ficção! A realidade é diferente. Será? Pesquisadores espanhóis que trabalham em um programa da Agência Espacial Europeia está desenvolvendo um equipamento que é capaz de fazer este tipo de tarefa. Pretendem que dentro de mais dois anos ele esteja operacional. Seria usado para transportar coisas e objetos entre a Terra e estações espaciais.

Estamos próximos do teletransporte? Os responsáveis afirmam que não, que ele continua sendo uma ficção. Mas se em um primeiro passo – e é isso que buscam – forem capazes de transmitir matéria de um para outro ponto – o que, aliás, já foi feito em muito pequena quantidade – estaremos dando os primeiros passos na direção do teletransporte. Os próprios cientistas admitem que este é um dos caminhos.

Os espanhóis não são os únicos a estudar o transporte de matérias de um para o outro lado. Segundo a CNN, cientistas trabalhando de forma independente na Áustria, Austrália e Dinamarca já conseguiram uma forma rudimentar de teletransporte. Eles estão – incluindo os espanhóis – muito longe de transportar humanos. Mas o caminho já foi iniciado.

E você teria coragem de se submeter ao teletransporte? Ou preferiria os meios tradicionais de se mover de um para o outro ponto? Acho que se o meio existisse e estivesse testado e aprovado, não teria nenhum receio de me teletransportar. Tornaria as coisas bem mais fáceis, não? (Via NUD)

Duas frases...

Como estamos falando de tempo, pois é disso que o transporte cuida, inclusive com a possibilidade de, no amanhã£, irmos de um para outro lugar sem perda de tempo, escolhi duas frases que falam sobre a questão.

Vejam as frases e me digam o que acharam delas:

“O tempo é uma imagem móvel da eternidade”. Platão, pensador e filósofo

“Não podemos aguardar que os tempos se modifiquem e nós nos modifiquemos junto, por uma revolução que chegue e nos leve em sua marcha. Nós mesmos somos o futuro. Nós somos a revolução”. Beatrice Bruteau, pensadora e filósofa.

E que todos nós tenhamos um ótimo final de semana.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

17 Respostas

Entre na conversa