CARO, MUITO CARO MESMO!

Sabe o que custa R$ 13.636,36 o litro? Não é o melhor champanhe que você possa comprar, tampouco um ótimo vinho ou, mesmo, o uísque mais envelhecido. Tem alguma ideia? Então, surpreenda-se: este é o valor que se paga por um litro de tinta de impressora jato de tinta.

Confesso que nunca tinha me dado conta da questão até receber um email do Ernani Motta, que o estava repassando. Nele, a narrativa de preços e cálculos que mostram o valor absurdo da tinta de impressora, notadamente se ela é jato de tinta. Há um bom tempo, tanto em casa quanto no trabalho, fiz a opção por impressoras a laser. Ela, no entanto, não me deixa a opção de imprimir algo colorido, mas como a minha demanda por este tipo de impressão é pequeno, quando preciso recorro a um birô.

Voltando à questão, os fabricantes de impressoras as vendem hoje muito barato. E ganham dinheiro, mesmo, vendendo tinta. Sei de um caso de um publicitário que foi premiado por desenvolver uma técnica que acaba gastando mais tinta. Se conto o milagre, não falo sobre o santo, mas o fato é que este insumo, que milhões – ou será bilhões? – usam, custa mesmo muito caro.

Vamos às contas

Uma impressora jato de tinta, das menos sofisticadas, custa nas principais lojas aproximadamente R$ 170,00. A reposição dos dois cartuchos (10 ml o preto e 8 ml o colorido), fica em torno de R$ 130,00. Se você quiser usar cartuchos originais, vai pagar um bom preço por ele. A média é de aproximadamente R$ 60 reais por cartucho. E como as impressoras coloridas usa mais de um, só no preço deles você acaba pagando quase que o preço da impressora nova.

Tomando-se por base o preço real de R$ 55,99 de cada cartucho com 10 mililitros de tinta, cada mililitro fica em R$ 5,59. Mas este não é o preço do mais caro. Existem casos em que um cartucho com 5,5 mililitros de tinta custa a bagatela de R$ 75,00. Então, divida 75 por 5,5 e, depois, multiplique o resultado por 1000 – o volume em mililitros, isto é, um litro – e chegará aos R$ 13.636,36. Se você está usando este tipo de tinta, paga uma pequena fortuna por ela, engrossando o lucro do fabricante.

Só para fazer a comparação um mililitro do champanhe Veuve Clicquot City Travelle, um dos mais afamados do mundo  custa R$ 1,29. E isso é apenas um exemplo, pois com o valor pago por um litro de tinta de impressora você pode comprar um carro. É bem verdade que não é do ano e nem de luxo, mas também não fica a pé. A propósito, veja o que é possível adquirir com este valor:

  • 300 gramas de ouro
  • 3 televisões de plasma de 42 polegadas
  • 1 Uno Mille 2003 (não falei do carro!)
  • 5 Macbooks, os notebooks da Apple, se adquiridos no Brasil. Lá fora é mais barato.
  • 8 Micros Intel com 256 MB.

Acha que está faltando alguma coisa? Então faça a sua própria lista e a deixe nos comentários. Enquanto isso, reflita. E olhe a questão do lado dos fabricantes, que falam em tecnologia de ponta, etc. e tal, para justificar o preço. Eles estão certos? Eu, particularmente, acho que não. E tanto é assim que, como já ressaltei, há muito fiz a opção contra o jato de tinta.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

2 Respostas

Entre na conversa