ALGUMAS COISAS QUE APRENDI

A vida nos ensina. E aprendemos tentando, errando e acertando. Depois de algum tempo, somos capazes de dizer se as coisas funcionam ou não. Ou então, de dar conselhos, listando o que aprendemos e que pode ser útil - ou divertido - para os outros. É o que está acontecendo agora. Por exemplo, não lamba faca afiada. Ou todos nós nos consideramos melhores motoristas do que os outros. Isso e muito mais está na lista que achei na Internet - e os créditos estão lá. Tem bons conselhos, é engraçada e, no meu entender, reflete bem o que somos. A não ser o olhar depreciativo sobre os homens e o que eles são - mas que talvez, e no contexto, seja verdade. Confira a lista e diga, é ou não é boa?

Não sou o criador da lista, mas a achei tão boa que a estou reproduzindo. Do que se trata? De 16 coisas que levamos pelo menos 50 anos para aprender, indo de decisões de tomar uma pílula para dormir até um conceito não muito bom sobre os homens e o que eles são.

Bem, chega de explicação. Veja a lista, publicada no Marilink (em espanhol), mas que surgiu, inicialmente, no Gaullimafry, mas é de autoria de David Barry. E se deleite:

1. Nunca, sob nenhuma circunstância, tome uma pílula para dormir e um laxante na mesma noite.

2. Se tiver que definir com uma só palavra por que a raça humana não aproveitou e não aproveita todo seu potencial, essa palavra será “reuniões”.

3. A linha que separa um hobby de uma “enfermidade mental” é muito delgada.

4. As pessoas que querem partilhar com você seus pontos de vista religiosos, quase nunca querem que você partilhe os seus com elas.

5. Não confunda, nunca, sua carreira com a sua vida.

6. Não importa que você não saiba dançar. Levante e dance.

7. Nunca lamba uma faca de carne.

8. A maior força destrutiva do universo são as fofocas.

9. Nunca encontrarás alguém que será de forma clara e contundente a favor da mudança de horário para economizar energia

10. Nunca deves dizer nada a uma mulher que possa significar, mesmo de longe, que está grávida. A menos que esteja vendo-a dar à luz.

11. Há um momento em que deve deixar de esperar que seu aniversário seja relevante para alguém. E este momento é aos 11 anos de idade.

12. A única coisa que une todos os seres humanos, sem importar idade, sexo, religião, status econômico ou etnicidade, é que, no fundo, todos acreditamos que dirigimos melhor que o resto.

13. Uma pessoa que com você é agradável, mas trata mal a um empregado, não é uma pessoa agradável. (isto é muito importante. Presta atenção. Nunca falha)

14. Seus amigos, apesar de tudo, ainda gostam de você.

15. Nunca tenha medo de provar coisas novas. Recorde-se que um amador solitário construiu  a Arca e um grupo profissional, o Titanic.

16. Pensamento de dia: Homens são como o vinho fino. Começam sendo uvas, mas cabe às mulheres separar o que não é bom, até torná-los aceitáveis para acompanhar em um jantar.

Tirando o último tópico, que não é muito gentil com os homens, acho que alguns deles são, mesmo, muito bons, como não lamber uma faca afiada. Se alguém o faz, quase sempre acaba com problema. Gostei, também, do fato de todos acharmos que somos melhores motoristas que os outros. Principalmente no trânsito brasileiro.

Não diria que é senso comum. Mas posso dizer que são reflexeis corretas, o que a experiência nos dá. Pode ser que coincidam com o senso comum. Mas se isso ocorrer, qual o problema? Muitas vezes o senso comum acaba sendo mais sábio do que os sábios, afinal, é baseado no conhecimento coletivo e na experiência e em experimentações que já deram certo.

Compartilhe:

Twitter
Facebook
LinkedIn
Pinterest

5 Respostas

Entre na conversa