CUIDANDO DA LATARIA E DO MOTOR

Muitas vezes uma boa analogia explica tudo. O corpo humano, como todos sabemos, funciona como uma máquina. Para que tudo ande certo é preciso que todas as partes funcionem bem e em sintonia. Com isso, sentimo-nos saudáveis e a vida fica mais fácil. E tal como uma máquina, o corpo humano também sofre desgastes, precisa de manutenção, de cuidados que o levem a funcionar sempre bem, levando-os de um para outro lado e permitindo que façamos o que devemos fazer. Podemos dizer que, analogicamente com o carro, nossa pele é a lataria e o interior do corpo, o motor que impulsiona tudo.

É claro que um carro, alias como o próprio corpo humano, é muito mais que lataria e motor. Em um e no outro existem centenas de peças diferentes, de grandes aos pequenos componentes que, juntos, fazem com que os dois organismos (?) funcionem. Se no carro um relê falha, ele pode parar. O mesmo acontece com o corpo humano, onde uma pequena falha pode provocar problemas grandes. Por isso é preciso sempre cuidado, olhando o funcionamento e vendo o que é preciso ser reparado ou substituído, no caso do carro, ou cuidado, no caso do corpo humano. Para efeito de comparação, a analogia está¡ construída e, tal como fazemos com o carro, é preciso, no caso de nosso corpo, cuidar da lataria e do motor.

Mas qual o sentido de tudo isso? O fato é que, nos últimos tempos, tenho recorrido com mais frequência aos médicos, o mesmo ocorrendo com minha mulher. À medida que a idade avança, vamos descobrindo problemas para os quais nunca tínhamos atentado, o que nos leva a novos exames, novos olhares médicos e, como consequência, novos comportamentos, incluindo, quando é o caso, trabalho físico, tanto de fisioterapia, quando de outra movimentação, como na academia ou em caminhadas. Não estamos doentes, nenhum de nós, mas, ao contrário de antes, precisamos tomar mais cuidados com o corpo, com o que fazemos, como fazemos, com o que comemos, etc.. É normal.

Pois foi a partir desse novo comportamento, de maior preocupação com o físico, que demanda, às vezes, cuidados especializados que, um dia desses, conversando com minha mulher, ela surgiu com a história da lataria e do motor. Muito bem humorada – como sempre – ela construiu a analogia, lembrando que, no nosso caso, estávamos chegando a uma fase que é preciso ter cuidado tanto com a lataria quando com o motor. E é isso que vimos fazendo, não de agora, mas de há algum tempo, preocupando-nos com a boa alimentação, vida saudável, exercícios, etc. O que é feito tem o objetivo da prevenção, alias e de novo, como a manutenção preventiva que fazemos nos nossos veículos.

Acho que a analogia serve, perfeitamente, para a situação. Os cuidados com a prevenção, alias, devem ser uma preocupação de todos e quanto mais cedo começarem, melhores serão as condições de vida das pessoas. Viver saudavelmente é sempre uma ótima opção.

Compartilhe o Post

Sobre o Autor

Jornalista, blogueiro e curioso, sempre disposto a aprender.

Conversas

Sem conversas

Entre na Conversa

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *