Uma agulha em um palheiro

Bilhões de pessoas conectadas.

Sites, sites e mais sites, nos mais diversos idiomas do mundo.

Bilhões de páginas, com os mais variados e estranhos assuntos.

Este é, em resumo, o mundo da Internet. Nele, achar alguma coisa é quase que como procurar, como afirma um ditado popular, agulha em um palheiro.

Você pode até achá-la, mas vai ser difícil. Muito difícil.

Então, se é difícil, como explicar que gente dos mais variados lugares vieram parar neste blog, vendo o que escrevo? Eu não sei a resposta. Vocês, os meus poucos leitores, se souberem, me digam.

Talvez tenha acontecido o mesmo que, às vezes, acontece comigo. Navegando, acabo descobrindo um local interessante e passo a visitá-lo.

Veja que, neste caso e em se tratando deste blog, estou sendo pretensioso ao considerá-lo interessante. Mas é a única explicação que acho.

A verdade é que o que começou como uma brincadeira, um passatempo, está¡ tendo um número razoável de leitores. O que é absolutamente surpreendente.

O que concluo é que, afinal, alguém entrou no palheiro, procurou uma agulha e a achou.

Tag: sem tag

Comentários estão encerrado.