SEGUNDA-FEIRA, TRABALHO E INFARTO

Segunda-feira, diz um bom número de pessoas, é o pior dia da semana. Depois de um final de semana que tanto pode ser de descanso, como não, a semana começa e, com ela, volta todo o stress a que estamos submetidos, com tempo corrido, pressão por resultados, prazos para cumprir. Enfim, a vida entra novamente nos eixos.

Particularmente, não tenho síndrome de segunda-feira, mas vejo algumas pessoas ao meu redor que a têm. Sofrem por retornar ao trabalho, às tarefas diárias, apresentam-se de mau humor, de cara fechada e com disposição a menos. É preciso chegar a terça-feira para que as coisas comecem a entrar nos eixos.

Você deve estar se perguntando o porquê desse assunto? Afinal, é quarta e não segunda-feira. O que me chamou a atenção para esta síndrome foi um comentário do Gilberto Dimenstein, na CBN. Informou que uma pesquisa acaba de concluir que é na segunda-feira que ocorre o maior número de infartos e a decorrência é, em parte, dessa predisposição dos brasileiros, que vêm o dia como sendo o difícil início de uma semana.

Uma das explicações é que com a volta do stress depois de um final de semana relaxado, o corpo reage de forma diferente e o coração, neste caso, acaba afetado. Não é que nos outros dias da semana não haja infartos, pois há. É que há uma predominância na segunda-feira, uma coisa que não sabia. Outra explicação são os excessos cometidos por todos nós, que refletem no início da semana e ajuda a nos estressar ainda um pouco mais.

Não sei os números exatos, até pelo Dimenstein não os ter dado. E não vou procurar. Acho, no entanto, que a constatação faz sentido, seja no caso dos que encaram a segunda como uma tragédia, seja no caso dos que a encaram normalmente. O fato é que na segunda a vida começa e, com ela, volta todo o stress a que estamos diariamente submetidos.

Ah, uma coisa! Quem tem uma vida mais saudável tem menos chances de ter problemas. Se o sedentarismo é uma marca, se você fuma e bebe, as chances de ter um problema na segunda-feira são bem maiores, segundo a pesquisa. E isso é fato, também, para todos os outros dias. Uma vida mais saudável ajuda e bem a enfrentar o estresse e passar pelo início da semana com menos problemas.

Uma recomendação dos pesquisadores, ainda segundo o Gilberto Dimenstein, é que procuremos um emprego ou um trabalho que nos dê prazer. Se gostamos do que fazemos o estresse é menor e as chances de termos problemas diminuem. Quando fazemos o que não gostamos, em contrapartida, o estresse aumenta e com ele as chances de problemas.

E então, o que você acha da segunda-feira? Faz o que gosta? No meu caso, como já afirmei, não tenho problemas com a segunda ou qualquer outro dia. E também estou dentre aqueles que fazem o que gosta. Bom pra mim, mas isso não significa que, se não me cuidar, não vou ter problemas.

Compartilhe o Post

Sobre o Autor

Jornalista, blogueiro e curioso, sempre disposto a aprender.

Conversas (11)

  1. Meire :

    Lino, atualmente nao tenho mais problemas com a segunda, mas confesso que ja’ tive, e muitos, sofria muito, ainda bem que no meu caso isso é coisa do passado.

    Bjs

    meire

  2. Andréa Motta :

    Agora eu não tenho mais problemas com as segundas, pois também faço o que gosto e onde gosto. No entanto, houve uma época em que entrava em uma espécie de depressão já no domingo à noite, pois antevia o caos da segunda ( nesse caso, eu fazia o que gosto, mas no lugar errado). Boa semana!

  3. Cidão :

    Lino, a segunda é o pior dia. Por coincidência, é o dia que mais trabalho, manhã, tarde e noite… E ainda por cima no período noturno tenho aula dobrada em duas salas que NÃO deixam o professor dar aula. Quando o dia acaba, estou estressado ao limite. Já me disseram que um dia vou cair duro na sala de aula… Bem, o coração ainda está agüentando…

    Abraços!!

  4. Carla :

    Confesso que não sou nada amiga das segundas…. Tenho preguiça demais de iniciar a semana, hehehe!
    Sou como o Garfield: detesto segundas!
    Bjo.

  5. Ítalo de Paula Pinto :

    Rapaz, tenho que tomar cuidado então. Eu fico extremamente nervoso quando se trata de início da semana.

    Ainda bem que diante do meu trabalho a semana acaba sempre indo bem rápida.

    forte abraço.

  6. Cejunior :

    Lino, eu e minha mulher conseguimos transformar as segundas-feiras no último dia do fim de semana! Aí qualquer síndrome deixou de fazer sentido!
    Um abração.

  7. Lulu on the sky :

    Detesto segunda-feira, é complicado começar a semana. Mas graças a Deus não fumo e nem bebo, qto ao sedentarismo estou combatendo isso.
    Big Beijos

  8. Yvonne :

    Lino, não tenho problemas quanto às segundas, visto que já não trabalho. No entanto, quando trabalhava, era um verdadeiro tormento.
    Beijocas

  9. Tina :

    Oi Lino!

    A minha segunda feira já começa a se anunciar com a música do Fantástico, mas eu levo na boa. Tem outro jeito ? (rs)

    beijos,

  10. denise rangel :

    Pois eu não gosto de segunda-feira. Há anos que tento conciliar meus horários para folgar na segunda, mas nunca consegui.
    Assisti a uma palestra ontem sobre saúde mental do trabalhador e soube que uma das classes que mais se suicida é a dos médicos, justamente pelo estresse. Acredito que qualquer dia pode ser estressante, mas, a segunda-feira já está estigmatizada.
    abraço, garoto

  11. Nanda :

    Eu sou parecida com Garfield e não sou muito fã das segundas…rs – Tem aquela história de deixar as coisas chatas pra segunda (dietas, por exemplo -rs), mas vamos em frente!

Entre na Conversa

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *